Futebol

Antônio Silva Poderá Encher Os Confres Do Benfica

O Benfica chegou de recusar proposta de 100 milhões de euros, e o Pedro Milhomens, considera que António Silva é um exemplo de resiliência

Segundo o jornal disportivo português na edição desta quinta-feira, o diretor geral de formação do futebol do Benfica, Pedro Milhomens, considera que António Silva é um exemplo de resiliência e revelou dificuldades sentidas pelo defesa central para se impor nos escalões de formação do clube.

À margem da apresentação de um documentário sobre o trabalho de formação no Benfica Futebol Campus, no Seixal, o responsável revelou que “o António [Silva], aos 13 anos, provavelmente tinha 11 anos de idade biológica”, mas graças à “política de formação do clube” conseguiu singrar no futebol sénior.

“Ele mostrou que o bilhete de identidade não é, agora, na idade adulta, a questão fundamental. É a sua qualidade, a sua capacidade de trabalho e de superação. É um exemplo de capacidade de trabalho e de resiliência e neste momento tem o prémio merecido e deve estar orgulhoso”, disse Pedro Milhomens.

António Silva, de apenas 19 anos, foi convocado pela primeira vez para a seleção portuguesa de futebol e vai integrar o grupo de 26 jogadores chamados por Fernando Santos para disputar a fase final do Mundial’2022, no Catar.

Segundo Pedro Milhomens, “há ritmos de maturação completamente diferentes” entre os rapazes no escalão de iniciados, pelo que foi preciso “ter paciência e olho clínico para perceber que se tem em frente uma criança com dois anos a menos” por uma questão “meramente maturacional”.

“Em 2017, no último jogo, o Sporting venceu o campeonato de iniciados em Alcochete. O António Silva e o Pedro Santos [da equipa B] não jogaram nessa equipa e ganharam a [UEFA] Youth League no ano passado. Por mérito deles, resiliência deles, mas também porque a política de formação do Benfica dá espaço a estes jogadores”, destacou Milhomens.

O jovem central foi chamado por Roger Schmidt aos trabalhos da equipa principal do Benfica na pré-época, estreando-se como titular na deslocação ao Estádio do Bessa, para a I Liga.

Face às lesões de Lucas Veríssimo, João Victor e Morato, António Silva acabaria por conquistar a titularidade à quinta jornada, diante do Paços de Ferreira, sendo que, desde então, não mais deixou o eixo defensivo das ‘águias’.

Até ao momento, soma 17 partidas pela equipa principal do Benfica, todas como titular (nove na I Liga, seis na Liga dos Campeões e duas na Taça de Portugal) e ainda três golos, o primeiro dos quais no triunfo sobre a Juventus (4-3), para a ‘Champions’, e os outros dois na visita ao Estoril Praia (5-1), no último domingo.

António Silva é um dos quatro centrais chamados por Fernando Santos, juntamente com Pepe, que vai cumprir o seu quarto Mundial, Rúben Dias e Danilo Pereira, enquanto os laterais são João Cancelo, Diogo Dalot, Nuno Mendes e Raphaël Guerreiro.

A fase final do Mundial’2022 realiza-se no Qatar, de 20 de novembro a 18 de dezembro, e Portugal integra o Grupo H, defrontando sucessivamente Gana (24 de novembro), Uruguai (28) e Coreia do Sul (2 de dezembro).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo