Futebol

As Declarações Toni Kroos

Toni Kroos está Colado no Real Madrid e com um lugar indiscutível no meio-campo dos merengues

Em entrevista a um podcast da OMR, uma plataforma alemã de marketing online, o internacional alemão comentou a sua chegada ao coliseu blanco, em 2014.

“Foi a melhor decisão que poderia ter tomado. Foi um passo gigante em termos desportivos e privados, eu tinha 24 anos e um filho. Não falava a língua… Chegas ao maior clube do mundo e tens de produzir praticamente logo. Isso significa que na tua vida privada tens de organizar tudo e ao mesmo tempo tens de estar sempre presente em campo, como se estivesses lá há dez anos. Ainda bem que correu bem comigo. Resumindo, foi a melhor coisa que me poderia ter acontecido”, começou por dizer, antes de defender a criação da Superliga europeia.

“É óbvio que a ideia já existiu e que continua a existir. Já devia ter sido implementada há muito tempo. Penso que ainda vai demorar um bocado a chegar, provavelmente já não a verei enquanto um jogador em atividade. Ainda acredito que aconteça, mas não sei dizer quando”, complementou Kroos, antes de falar sobre Cristiano Ronaldo, de quem foi companheiro de balneário nos merengues.

“Ele não chegou ao topo por causa do nome, mas porque passou um tempo incrível a trabalhar. Ele é um trabalhador incansável e foi graças a isso que chegou ao topo”, referiu. O internacional alemão mostrou-se ainda muito crítico pelo facto do próximo Mundial realizar-se no Qatar.

“Claro que posso dizê-lo, os jogadores têm direito à opinião. O erro com o Mundial do Catar foi cometido há dez anos”, rematou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo