Futebol

Cristiano No Sporting

"The Athletic" revelou que há negócios com o Sporting por Cristiano Ronaldo

Jorge Mendes procura encontrar uma saída para o avançado, de quem os red devils não querem abrir mão.

Ver de novo Cristiano Ronaldo jogar com a camisola do Sporting, de onde saiu para o Manchester United em 2003, é o sonho de quase todos os adeptos leoninos. Uma possibilidade que nunca se colocou ao longo da brilhante carreira do jogador.

Hoje, tal hipótese continua a ser extremamente difícil de se concretizar, mas nunca como agora o tema esteve em cima da mesa. Os primeiros rumores surgiram quando se soube que CR7 não desejava jogar esta época nos red devils e, ontem, o “The Athletic” voltou a colocar o cenário na agenda noticiosa, escrevendo que tem “conhecimento” de terem existido “conversas com o Sporting”, que lhe proporcionaria a desejada oportunidade de jogar na Liga dos Campeões. Isto, apesar de, como escreve este site e é fácil perceber, existir um gigantesco obstáculo para solucionar: os elevados salários que o Sporting não teria como pagar, mesmo considerando os enormes benefícios comerciais a nível mundial, e financeiros, que a contratação de CR7 traria ao clube de Alvalade. Ou seja, um eventual regresso implicaria que o avançado de 37 anos abdicasse de uma quantia substancial do seu ordenado, incomportável para a maioria dos clubes no mundo.

Mas, neste momento, a situação de Cristiano Ronaldo não é nada fácil. Contratado à Juventus pelo Manchester United no final de agosto ano passado, o capitão da Seleção Nacional tem contrato até 2023 com os ingleses, que têm ainda mais uma época de opção. Informados do desejo do jogador em colocar um ponto final na ligação, os red devils têm-se mostrado intransigentes e o novo treinador, Erik ten Hag, também já manifestou o desejo de ter CR7 no plantel para esta época. Após falhar o arranque dos trabalhos da equipa e a presença na digressão à Austrália e Tailândia, o jogador apresentou-se terça-feira no centro de treinos em Carrington, acompanhado do seu empresário Jorge Mendes, com o objetivo de negociar a saída, tendo, de acordo com a imprensa inglesa, havido um encontro entre Ronaldo, o agente, Ten Hag e responsáveis do United. Todavia, nem os esforços de Mendes para encontrar uma solução do agrado do jogador e do clube resultaram até ao momento. E, entretanto, por essa Europa fora fecharam-se várias portas de clubes de topo com capacidade financeira para integrar nos seus quadros Ronaldo: Bayern e Chelsea foram muito claros a afastar uma eventual contratação e o At. Madrid, pelo seu presidente, também falou em “algo quase impossível”.

Com a novela de verão ainda sem fim à vista, em Inglaterra diz-se que Ronaldo vai falhar a deslocação de amanhã à Noruega, onde o United vai defrontar o At. Madrid. Quanto ao Sporting, é certo que nunca dirá não à possibilidade de receber um dos seus maiores símbolos, se esta hipótese realmente tiver pernas para andar. Já Rúben Amorim, que fugiu ao assunto após o jogo de apresentação frente ao Sevilha – “Ronaldo? A minha realidade é outra, é manter os meus jogadores”, disse – pode não ter uma equipa trabalhada para um avançado com as características de Ronaldo, mas a qualidade e os golos que este pode trazer nunca seriam de menosprezar.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo