Futebol

“é altura de começar a olhar para a Taça de Portugal”

O eventual desgaste físico do FC Porto foi um dos temas abordados na antevisão de Sérgio Conceição ao jogo com o Gil Vicente.

Uma situação à qual o treinador não dedicou grande importância no final do empate no Estádio do Dragão.

 

«Já tinha falado nisso, não vale a pena repetir-me. Com ou sem cansaço, em superioridade numérica devíamos ter feito mais, devíamos ter sido mais eficazes», respondeu, de pronto, o treinador dos azuis e brancos, recusando a ideia de a sua equipa ter perdido uma oportunidade de matar o campeonato: «Se faltassem três jogos, diria que sim. Mas, como faltam 10 jornadas e há 30 pontos ainda em disputa, não me parece. Isto é uma maratona. Empatámos e, agora, não há nada a fazer. A pontuação é a mesma com mais uma ronda realizada. Agora, é altura de começar a olhar para a Taça de Portugal e perceber, entretanto, o que não correu tão bem nesta partida.»

 

Apesar do resultado que não foi do seu agrado, Sérgio Conceição recebeu os elogios de Ricardo Soares, o seu homólogo gilista, que considerou este «o melhor FC Porto dos últimos cinco anos». «Parafraseando alguém que admiramos muito, o senhor Pedroto dizia que o mais importante é o resultado final. Interessa-me é se conquistamos títulos quando isto acabar, o resto não me interessa», rematou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo