Futebol

“Não passei uma mensagem especial”

Após uma semana extremamente exigente, com jogos frente ao FC Porto (2-2) e Man. City (0-5), o primeiro gerou grande polémica e o segundo terminou em goleada, Rúben Amorim já só quer seguir em frente.

«Não passei uma mensagem especial. Tínhamos uma ilusão muito grande, acreditamos sempre, quando acontece algo assim, como contra o City, é difícil, mas faz parte de uma equipa que, apesar das diferenças, está habituada a ganhar.»

Já sobre a questão dos castigos aplicados na sequência dos incidentes no clássico, Amorim foi cauteloso: «Não quero estar a alongar-me. Falo sobre futebol, isso ultrapassa-me. Não vai mudar muito, é necessária uma reestruturação no futebol português.»

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo