Notícias

O Extremo Brasileiro Pepê

Sérgio Conceição deve manter a aposta no brasileiro para fechar o lado direito da defesa em Brugge

Segundo o jornal Português,o Pepê tem funcionado como uma espécie de penso rápido sempre que se abre uma ferida no onze do FC Porto. E depois de ter tapado o lado direito da defesa no clássico com o Benfica, o extremo deve ser chamado a fazê-lo novamente em Brugge, agora para a Liga dos Campeões.

Sérgio Conceição não pode contar com João Mário, que completou uma série de três cartões amarelos na competição, e o brasileiro apresenta-se como a solução que dá mais garantias ao treinador em termos estratégicos, mesmo com Rodrigo Conceição no plantel. O internacional sub-21 português é o outro lateral-direito inscrito para esta fase e ainda sonha com a estreia na Champions. Ela até poderá acontecer na Bélgica, mas como opção a partir do banco, como, aliás, sucedeu com Veron frente ao Atlético de Madrid, Gonçalo Borges e Namaso com o Brugge e Bernardo Folha contra o Bayer.

A experiência de Pepê como lateral-direito começou na época passada e transitou para esta ainda com mais força. O brasileiro já passou pela posição em 11 jogos, três dos quais como titular: Benfica, Gil Vicente e… Atlético de Madrid. E não faz má cara por isso. De resto, a polivalência faz com que se sinta “um jogador bem melhor”.

“Sinto-me um privilegiado por poder ter a confiança do míster e de todos e estar a jogar em vários setores. Procuro ajudar o máximo e dar o meu melhor para corresponder dentro de campo”, referiu, a 3 de outubro, antes do desafio com o Bayer no Dragão. E é precisamente isso que Conceição lhe pedirá novamente já depois de amanhã.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo