Futebol

O Presidente Do Sporting

O Sporting enviou, esta quarta-feira, o Relatório e Contas relativo a 2021/22 à CMVM. No documento, Frederico Varandas deixa uma mensagem, falando naqueles que considera ser «os melhores resultados de sempre».

Confira a mensagem na íntegra:

Caros accionistas, Findo o exercício de 2021/2022, e decorridas quatro épocas que finalizam o actual mandato de Presidência da Sporting SAD, resumo o caminho até aqui percorrido numa palavra: Sustentabilidade.

O exercício de 2021/2022 constitui um marco histórico na jornada da Sporting SAD, em virtude de apresentar os melhores resultados de sempre de volume de negócios e de resultados operacionais excluindo transacções com jogadores. São resultados que nos devem orgulhar, mais que pela sua natureza excepcional – são os melhores de sempre da nossa história -, por dois motivos principais: o seu carácter estrutural, e o facto de terem sido atingidos num contexto extremamente adverso.

O Relatório e Contas que apresentamos, sendo uma “fotografia” do exercício corrente – como em bom rigor são todos -, é na sua essência um “filme” com início, meio e fim. Estamos neste momento a meio do mesmo, fruto de uma estratégia que iniciámos em Setembro de 2018 e que nos permitiu, não só, chegar até aqui, como também estar mais perto do final desenhado e desejado.

A sua maior relevância consiste na conquista de objectivos estruturais nunca antes alcançados, que nos permitem consolidar os fundamentos críticos para a necessária transformação da SAD, e constituem o retorno da estratégia seguida assente na criação de valor.

Uma estratégia clara, de construção de uma base sólida assente em três eixos: Formação, Transformação Digital e Criação de Valor da Marca Sporting.

Somos hoje uma SAD que tem uma política holística e criteriosa de investimento, em complementaridade com uma rigorosa política de custos. Investimos em todo o universo Sporting, com foco na formação e na excelência da experiência que queremos que todos os que interagem connosco tenham.

E são de mérito exponencial por terem sido atingidos num contexto de extrema complexidade.

Não existe guião escrito ou manual de instruções para superar a situação interna resultante do ataque de Alcochete, atravessando em simultâneo uma pandemia que provocou o contexto externo mais adverso dos últimos 100 anos.

Escrevemos nós o guião, à nossa maneira.

Certos que, como em tudo, há sempre espaço a melhorias, apresentámos em quatro anos, à data de Junho de 2022:

1. Seis títulos no futebol masculino sénior, dois dos quais nesta época, pela segunda vez consecutiva qualificámo-nos directamente para a fase de grupos da UEFA Champions League e atingimos, pela segunda vez na nossa história, o acesso aos oitavos-de-final da competição.
2. Dois títulos no futebol feminino sénior.
3. Retoma da equipa B, fundamental para o projecto da formação.
4. O regresso do investimento no património, modernização e marca da organização.
5. O melhor resultado de sempre em termos de volume de negócios, no valor de 181,9 milhões de euros, e de resultado operacional sem transacções de jogadores, em 12 milhões de euros.
6. Melhor resultado de sempre com transacções de jogadores, registando as três melhores vendas de sempre da SAD, e um total de sete vendas do top 10.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo