Futebol

O Presidente Do Sporting

Presidente do Sporting vê com preocupação o futuro do futebol português

O jornal “Recordo” na edição desta segunda-feira avança que a saída da Cidade do Futebol, após assistir à sessão matinal do primeiro dia do “Football Talks”, Frederico Varandas, presidente do Sporting, assumiu:

“Vejo com grande preocupação o futuro do futebol em Portugal”, referindo-se nomeadamente à capacidade dos clubes portugueses continuarem a ser competitivos na Europa e às dificuldades que os chamados “grandes”, responsáveis pela maioria dos pontos obtidos no ranking UEFA, podem vir a enfrentar no futuro.

“As pessoas que analisem com cuidado as receitas dos três grandes. Vão constatar que se não fossem as vendas de jogadores, jamais estas três equipas teriam condições de ter os atuais orçamentos. Temos um país cada vez mais marginal na Europa, com pouco poder de compra, com um regime fiscal altíssimo e temos receitas muito inferiores às de outras ligas”, afirmou, avisando: “No dia que Sporting, Benfica e FC Porto não conseguirem fazer as vendas que têm feito, não terão capacidade orçamental para competir como até aqui”, deixando ainda um elogio aos clubes portugueses: “Temos feito trabalho extraordinário em formar e potenciar jogadores para serem depois transferidos”.

Falando especificamente do clube que dirige, realçou: “Em relação ao Sporting é muito positivo conseguir hoje fazer vendas nesses valores elevados e de forma regular. As três maiores vendas foram feitas nos últimos dois anos e sete das dez maiores nos últimos quatro. Há cerca de quatro anos quando chegámos, uma das principais diferenças para os nossos rivais era precisamente essa, eles tinham faturado cerca de quatro vezes mais em vendas que o Sporting. Hoje com muito orgulho o Sporting é um clube mais estruturado, mais preparado, sustentado e competitivo para lutar por todos os títulos”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo