Futebol

Pinto Costa E O Futuro De Conceiçao

A equipa do FC Porto, junto ao presidente Pinto da Costa, entregou na manhã desta segunda-feira o troféu pela conquista da Liga e a Taça de Portugal no museu o clube: foi o 30.º campeonato e a 18.ª Taça.

Foi o presidente, ladeado por Sérgio Conceição e Pepe, quem assinalou e agradeceu a conquista dos dois troféus. «Não é fácil não me repetir tantas são as vezes que aqui vimos. Estava a pensar como conseguimos estes êxitos e pensei num poema de Fernando Pessoa: ´Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo´.. Acho que reflete o que tenho conseguido trazer ao clube com todos os que me rodeiam. Não sendo nada, mas tendo todos os sonhos, sonhei ter comigo este grupo fantástico», começou por dizer.

Numa altura em que se fala insistentemente da saída de Sérgio Conceição – que não falou -, o presidente pareceu querer deixar uma garantia: «Vai fazer anos que no gabinete eu e o Sérgio Conceição, sem papel e sem caneta, assinámos um compromisso que dura e durará. Esse princípio que tenho faz com que tente ter sempre junto de mim os melhores para concretizar os sonhos que tenho na cabeça – ainda ontem transformaram um estádio que de bonito já tem pouco [Jamor] num espaço azul e branco de uma beleza que nunca tinha visto. É esse o meu mérito, juntar os melhores. Estou agradecido a todos os que estão à minha volta. Comigo ou sem mim haveis de ser campeões muito mais vezes.»

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo