Futebol

Presidente Do Fc Porto Deixa Declarações

Declarações do presidente do FC Porto no programa de lançamento da Supertaça, marcada para o próximo sábado, diante do Tondela (20h45)

Declarações do presidente do FC Porto no programa de lançamento da Supertaça, marcada para o próximo sábado, diante do Tondela (20h45)

Portugal, o país centralizado:
“Num país estupidamente centralizado, é um raro motivo de satisfação verificar que um importante título de futebol vai ser discutido em Aveiro entre uma equipa do Norte e outra do Centro. São várias as razões que fazem do futebol uma atividade muito importante para a economia e a sociedade portuguesas. Goste-se ou não, é o futebol que mais contribui para levar o nome do país a todo o mundo.”

O futebol e a democracia que ainda não se cumpre em pleno: “Goste-se ou não, salvo muito raras exceções, são figuras do futebol os portugueses mais reconhecidos. Goste-se ou não, é o futebol que permite aos políticos, muitas vezes, aparecerem publicamente a associarem-se a sucessos para os quais não contribuíram, mas que tentam capitalizar em popularidade. Goste-se ou não, o futebol, asfixiado em impostos, representa uma atrativa fonte de receitas para o Estado. Goste-se ou não – e há cada vez mais gente que não gosta, não tenho dúvidas -, é o futebol que muitas vezes está na linha da frente das lutas contra muitas injustiças, nomeadamente as que provocam desequilíbrios insustentáveis entre os diferentes territórios do país. Um FC Porto-Tondela disputado em Aveiro é mais uma prova de como o futebol pode estar à frente e dar um exemplo de democracia num país em que esta ainda não se cumpre plenamente. Ao contrário do que muitos gostariam, a democracia não se esgota nas eleições. Portugal só será plenamente democrático quando houver igualdade de oportunidades para todos os cidadãos em todo o país. Tenho a certeza de que esta Supertaça vai contribuir para a felicidade de muita gente de muitos sítios cronicamente esquecidos.”

Expectativa para o encontro: “A minha expectativa, naturalmente, é que além deste pequeno contributo para atenuar injustiças flagrantes este jogo também possa ser um excelente espetáculo desportivo e termine com mais uma vitória do clube que detém a hegemonia desta competição.”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo