Notícias

Schmidt Sobre O Próximo Jogo & João Félix

Roger Schmidt, treinador do Benfica, fez a antevisão ao encontro de sábado (18h00) com o Chaves, no Estádio da Luz. Partida é referente à 11.ª jornada da Liga Bwin.

Avança o jornal disportiva que o treinador respondeu o seguinte:

Expectativas para o jogo com o Chaves e a mudança de chip após a Champions: “Não é difícil ajustar, estamos habituar a mudar da Liga dos Campeões para o campeonato. Vamos defrontar uma boa equipa, uma equipa brava, que ataca bem nos jogos fora. Ganharam ao Sporting e ao Braga a jogarem fora de portas. Chegamos com confiança devido à vitória contra a Juventus, foi um jogo fulcral e mostrámos todo o nosso potencial. Foi um jogo de topo a nível tático, estivemos focados e fomos inteligentes. Temos a obrigação de continuar a este nível até à pausa do Mundial. Queremos mostrar o nosso melhor futebol amanhã e nas próximas semanas.”

Em Espanha dizem que João Félix pode ir para o Benfica: “Se fosse possível, era incrível. Gosto muito dele, mas não é realista. Ele foi para Espanha por muito dinheiro. Penso que é impossível, mas se fosse possível, seria bem-vindo.”

Como manter os níveis de motivação altos? “Sou eu que decido, mas os jogadores acabam por ditar quem joga. Montamos uma equipa para ter maior probabilidade de vencer. Tento tratar os jogadores de igual forma, dou-lhes a mesma atenção. Os jogadores que estão a jogar e a confirmar a sua qualidade e a vencer jogos são jogadores-chave agora, mas pode não o ser durante toda a temporada. Há outros jogadores que podem ser importantes. Neste momento, têm de esperar pela sua oportunidade e manterem-se otimistas. Para que tenhamos um bom ambiente na equipa. A porta está aberta a todos os jogadores, são eles que decidem se entram.”

Espera reforçar o plantel em janeiro? Espera mais jogadores ou está feliz com os que tem? “Ambos. Estou muito feliz com a equipa, mas pode fazer pergunta a todos os treinadores. Se a janela de transferências estiver aberta, tens de ver se é possível melhorar a equipa. Claro que no inverno o mercado é diferente. Mas se houver oportunidades, veremos. Não é crucial, porque temos uma equipa boa e equilibrada. Ainda estamos no início. Começámos com uma nova abordagem. Talvez nada aconteça, talvez algo aconteça.”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo